Cinep e Prefeitura de Caaporã se unem no intuito de atrair empresas para o Distrito Industrial

Uma reunião entre a Prefeitura de Caaporã e representantes da Cinep (Companhia de Desenvolvimento da Paraíba) marcou o início de um diálogo para a ativação efetiva do  distrito industrial da cidade. O encontro aconteceu na manhã desta quinta-feira (2) e contou com a presença do prefeito Kiko Monteiro, engenheiros e técnicos da Cinep, além de integrantes do governo municipal.

Cinep e Prefeitura de Caaporã se unem no intuito de atrair empresas para o Distrito Industrial

 

Uma reunião entre a Prefeitura de Caaporã e representantes da Cinep (Companhia de Desenvolvimento da Paraíba) marcou o início de um diálogo para a ativação efetiva do  distrito industrial da cidade. O encontro aconteceu na manhã desta quinta-feira (2) e contou com a presença do prefeito Kiko Monteiro, engenheiros e técnicos da Cinep, além de integrantes do governo municipal.

O momento teve como objetivo principal discutir possíveis parcerias e incentivos fiscais para desenvolver o pólo industrial de Caaporã. A construção do distrito estava parada por determinação do IPHAN, mas a parte burocrática foi resolvida e as obras retomadas.

“Demos hoje mais um passo importante para o desenvolvimento econômico do Litoral Sul. O encontro com os técnicos da Cinep foi muito positivo porque com a instalação do distrito vamos atrair empresas, gerar empregos e assim alavancar o potencial financeira de Caaporã e região. A área será dotada de toda infraestrutura com ordenamento sustentável. Nossa função é justamente fazer esta ponte entre o Governo Municipal e a Cinep afim de buscar parcerias que possam oferecer caminhos para que os empresários instalem suas empresas na nossa cidade”, pontuou o prefeito Kiko Monteiro.

O novo Distrito Industrial de Caaporã terá 112 lotes industriais e oferecerá a infraestrutura necessária para indústrias interessadas em investir na Paraíba. O equipamento terá pavimentação, rede elétrica, fibra óptica, esgotamento sanitário, abastecimento de água, gás natural, ciclovias e áreas verdes, além atender a diversos critérios de sustentabilidade, como tratamento de resíduos industriais e entreposto de coleta seletiva. 

A área total é de 314 hectares, sendo 157 para o novo Distrito Industrial, 151 para um condomínio logístico. Um dos principais atrativos é a localização estratégica, pois o Distrito Industrial está situado às margens da estrada PB-44 e a apenas 3 quilômetros da BR-101. Além disso, está próximo dos portos de Cabedelo, Recife e Suape e dos aeroportos da Região Metropolitana de João Pessoa e Recife.

 

Fonte: Portal do Litoral