Litoral Sul da PB ganha plano de ações para fortalecer o turismo

Além do turismo a agricultura familiar também foi destacada como atividade propulsora do crescimento socioeconômico da região

Litoral Sul da PB ganha plano de ações para fortalecer o turismo
Praia de Tambaba

Um plano de ações estratégicas para o fomento e fortalecimento de atividades produtivas com foco no Litoral Sul paraibano foi lançado na manhã dessa sexta-feira (1º) pelo Sebrae Paraíba em um evento promovido no município do Conde, na Grande João Pessoa.

A ação contou com a presença de empreendedores, gestores públicos, investidores e lideranças locais.

Além do turismo a agricultura familiar também foi destacada como atividade propulsora do crescimento socioeconômico da região, com estímulo à integração dessas cadeias produtivas. Compradora de insumos produzidos no próprio município, Gerusa Andrade disse que a prática além de mais econômica, fomenta o desenvolvimento sustentável da região.

“Olhando aqui para a região, temos bastante produtores rurais, principalmente da agricultura familiar, na horticultura, na produção de frutas e tubérculos que podem ser fornecidos para pousadas e restaurantes fazendo uma integração entre as cadeias produtivas do turismo e agro negócios”, explica o gerente estadual de políticas públicas do Sebrae Paraíba, Franco Fred.

Segundo o consultor de políticas públicas do Sebrae Paraíba, Arnaldo Júnior, o plano foi elaborado através do mapeamento das fragilidades e oportunidades para o desenvolvimento dos bairros da zona sul da capital, a partir de Mangabeira e dos municípios que integram a Região Metropolitana de João Pessoa: Conde, Pitimbu, Alhandra e Caaporã.

Com base na metodologia de desenvolvimento territorial do Sebrae, foram priorizados determinados segmentos econômicos considerando tanto a propensão de impactar positivamente a geração de emprego e renda, quanto a capacidade de execução do plano por parte das lideranças envolvidas.

De acordo com o Secretário de Turismo do Conde, Aristóteles Souto Maior, o município possui quase três mil leitos de hospedagem, superando numericamente a cidade de Campina Grande, palco da maior festa junina do mundo. No entanto, mesmo com o intenso fluxo de visitantes e operadoras de turismo divulgando o destino, a maioria está desocupada.

Fonte: Portal Correio