Prefeito se reúne com comandante da PM e disponibiliza área para instalação de Batalhão em Caaporã

O prefeito de Caaporã, Kiko Monteiro (PDT), acompanhado dos vereadores Silvio Romero, Toninho do Frigorífico e Biu de Zezé, além de Renato Feliciano, manteve nesta terça-feira (30) uma importante reunião com o comandante da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller Chaves.

Prefeito se reúne com comandante da PM e disponibiliza área para instalação de Batalhão em Caaporã

O prefeito de Caaporã, Kiko Monteiro (PDT), acompanhado dos vereadores Silvio Romero, Toninho do Frigorífico e Biu de Zezé, além de Renato Feliciano, manteve nesta terça-feira (30) uma importante reunião com o comandante da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller Chaves.

Na ocasião, o gestor defendeu a instalação de um Batalhão da Polícia Militar (BPM) exclusivo para o município e solicitou reforço no policiamento local. Hoje, a 1ª CIPM responde pelos municípios de Alhandra, Caaporã, Conde e Pitimbu.

O prefeito caaporense também lembrou que uma das exigências do Banco do Brasil (BB) para reativar a agência em Caaporã é, basicamente, a instalação de um Batalhão da PM.

“Caaporã vem registrando um crescimento populacional e as perspectivas de desenvolvimento econômico nessa região são imensas devido a instalação de novas empresas, fábricas e indústrias em nossa cidade, portanto, a criação de um Batalhão no município é medida estratégica e indispensável. Além disso, essa é uma das exigências da superintendência do Banco do Brasil para reativar a agência no município ”, disse o prefeito.

O prefeito Kiko Monteiro autorizou sua equipe a providenciar uma área para que o Batalhão seja construído. Caso não haja um terreno adequado para construção imediata a mesma equipe foi instruída a identificar um local que possa ser alugado para que a instalação seja agilizada.

O coronel Euller Chaves garantiu que vai reforçar o policiamento na cidade e que irá realizar uma avaliação técnica sobre a possibilidade de instalação. Porém, adiantou que se o Batalhão não for autorizado, ao menos o pelotão da Polícia Militar será instalado em Caaporã.