Prefeitura de Caaporã declara situação de emergência contra coronavírus e cria comitê para combater o covid-19

A Prefeitura de Caaporã, no Litoral Sul, determinou várias medidas de prevenção à pandemia do coronavírus (covid-19) com o objetivo de evitar a disseminação da doença na cidade. As recomendações foram feitas por meio de decreto assinado pelo prefeito Kiko Monteiro, nessa segunda-feira (16).

Prefeitura de Caaporã declara situação de emergência contra coronavírus e cria comitê para combater o covid-19

A Prefeitura de Caaporã, no Litoral Sul, determinou várias medidas de prevenção à pandemia do coronavírus (covid-19) com o objetivo de evitar a disseminação da doença na cidade. As recomendações foram feitas por meio de decreto assinado pelo prefeito Kiko Monteiro, nessa segunda-feira (16).

Dentre as medidas determinadas pelo prefeito incluem declaração de emergência em saúde pública, suspensão de eventos públicos para 250 pessoas e 100 pessoas em espaço fechado ou mais, de viagens de trabalho durante a pandemia e a antecipação da vacina contra o vírus influenza a partir do dia 23 de março.

 O decreto estabelece a criação do Comitê e Prevenção Enfrentamento ao coronavirus em conformidade com orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), Ministério da Saúde e do Governo da Paraíba.

“A situação de emergência em saúde pública no Município foi necessária decorrente da pandemia de coronavírus (COVID-19), tendo em vista a necessidade do emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública”, informa o documento.  O Comitê intersetorial vai monitorar, orientar e publicizar as medidas importantes da prevenção do Covid. Estamos unidos para combater o coronavírus aqui em Caaporã”, explicou o prefeito Kiko Monteiro.

Serviço público

Os órgãos da Administração Pública deverão implementar medidas de prevenção de forma a equilibrar a restrição de convívio social com o atendimento ao público externo.  Estão suspensas férias até o dia 15 de maio. Se o servidor apresentar sintomas pode ficar em casa sem prejuízo financeiro.

O Hospital Ana Virgínia foi designado para atender casos suspeitos ou confirmados da doença. Recomendações especiais para pacientes com sintomas da doença também estão no decreto. As aulas da rede municipal seguem o calendário normal atendendo às recomendações. Quarentena para servidores que tiveram contato com pessoas suspeitas e em lugares com alto contágio da doença.

Eventos

A partir desta terça-feira (17), estão suspensos todos os eventos públicos agendados pelos órgãos ou entidades municipais. A Prefeitura também vai vedar as concessões de licenças e alvarás para a realização de eventos privados com público mínimo 250 pessoas ou superior. Caso o evento não seja cancelado, deve ser em local fechado.

Viagens

O Município suspendeu as viagens de servidores municipais a serviço do Município com destino em território nacional ou no exterior em virtude da pandemia. Os órgãos municipais também são orientados a suspender e restringir o acesso de serviços a eventos com aglomerações.

Comitê de Prevenção

Com o decreto, fica criado o Comitê de Prevenção Enfrentamento ao coronavirus para adoção de medidas de enfrentamento da pandemia da covid-19, composto por servidores indicados pelos órgãos: Gabinete do Prefeito do Município, Procuradoria-Geral do Município, Secretaria Municipal de Saúde, gestor da Unidade de Promoção da Saúde, Diretor do departamento de Atenção Básica à Saúde e do departamento de Atenção Ambulatorial e Hospitalar e do departamento de Vigilância em Saúde, Secretário Municipal de Finanças e da Administração, Presidente da Câmara Municipal de Caaporã, diretor do Hospital Ana Vírginia, sob a coordenação técnica da Secretaria Municipal de Saúde.

Fonte: Portal do Litoral